Êxodo - Livro do Êxodo

Capítulo: 28

"Chame seu irmão, Arão, e separe-o dentre os israelitas, e também os seus filhos Nadabe e Abiú, Eleazar e Itamar, para que me sirvam como sacerdotes.
Para o seu irmão Arão, faça vestes sagradas que lhe confiram dignidade e honra.
Diga a todos os homens capazes, aos quais dei habilidade, que façam vestes para a consagração de Arão, para que me sirva como sacerdote.
O éfode
e usarão linho fino, fios de ouro e fios de tecidos azul, roxo e vermelho.
"Faça o colete sacerdotal de linho fino trançado, de fios de ouro e de fios de tecidos azul, roxo e vermelho - trabalho artesanal.
Terá duas ombreiras atadas às suas duas extremida­des para uni-lo bem.
O cinturão e o colete que por ele é preso serão feitos da mesma peça. O cinturão também será de linho fino trançado, de fios de ouro e de fios de tecidos azul, roxo e ver­melho.
"Grave em duas pedras de ônix os no­mes dos filhos de Israel,
por ordem de nasci­mento: seis nomes numa pedra e seis na outra.
Grave os nomes dos filhos de Israel nas duas pedras como o lapidador grava um selo. Em seguida, prenda-as com filigranas de ouro,
costurando-as nas ombreiras do colete sacer­dotal, como pedras memoriais para os filhos de Israel. Assim Arão levará os nomes em seus ombros como memorial diante do Senhor.
Fa­ça filigranas de ouro
O peitoral
"Faça um peitoral de decisões - traba­lho artesanal. Faça-o como o colete sacerdotal: de linho fino trançado, de fios de ouro e de fios de tecidos azul, roxo e vermelho.
Será qua­drado, com um palmo de comprimento e um palmo de largura, e dobrado em dois.
Em se­guida, fixe nele quatro fileiras de pedras precio­sas. Na primeira fileira haverá um rubi, um topázio e um berilo;
na segunda, uma turque­sa, uma safira e um diamante;
na terceira, um jacinto, uma ágata e uma ametista;
na quarta, um crisólito, um ônix e um jaspe.
Serão doze pedras, uma para cada um dos nomes dos filhos de Israel, cada uma gravada como um selo, com o nome de uma das doze tribos.
"Faça para o peitoral correntes de ouro puro trançadas como cordas.
Faça também duas argolas de ouro e prenda-as às duas extre­midades do peitoral.
Prenda as duas correntes de ouro às argolas nas extremidades do peitoral,
e as outras extremidades das correntes, às duas filigranas, unindo-as às peças das ombreiras do colete sacerdotal, na parte da frente.
Faça ou­tras duas argolas de ouro e prenda-as às outras duas extremidades do peitoral, na borda interna, próxima ao colete sacerdotal.
Faça mais duas argolas de ouro e prenda-as na parte inferior das ombreiras, na frente do colete sacerdotal, pró­ximas da costura, logo acima do cinturão do colete sacerdotal.
As argolas do peitoral serão amarradas às argolas do colete com um cordão azul, ligando o peitoral ao cinturão, para que não se separe do colete sacerdotal.
"Toda vez que Arão entrar no Lugar Santo, levará os nomes dos filhos de Israel so­bre o seu coração no peitoral de decisões, como memorial permanente perante o Senhor.
Outras vestes sacerdotais
"Faça o manto do colete sacerdotal inteiramente de fios de tecido azul,
com uma aber­tura para a cabeça no centro. Ao redor des­sa abertura haverá uma dobra tecida, como uma gola, para que não se rasgue.
Faça romãs de fios de tecidos azul, roxo e vermelho em volta da borda do man­to, intercaladas com pequenos sinos de ouro.
Os sinos de ouro e as romãs se alternarão por toda a volta da borda do manto.
Arão o vestirá quan­do ministrar. O som dos sinos será ouvido quando ele entrar no Lugar Santo diante do Senhor e quando sair, para que não morra.
"Faça um diadema de ouro puro e gra­ve nele como se grava um selo: Consagrado ao Senhor.
Prenda-o na parte da frente do tur­bante com uma fita azul.
Estará sobre a testa de Arão; assim ele levará a culpa de qualquer pecado que os israelitas cometerem em relação às coisas sagradas, ao fazerem todas as suas ofer­tas. Estará sempre sobre a testa de Arão, para que as ofertas sejam aceitas pelo Senhor.
"Teça a túnica e o turbante com linho fino. O cinturão será feito por um bordador.
Fa­ça também túnicas, cinturões e gorros para os filhos de Arão, para conferir-lhes honra e dignidade.
Depois de vestir seu irmão, Arão, e os filhos dele, unja-os e consagre-os, para que me sirvam como sacerdotes.
"Faça-lhes calções de linho que vão da cintura até a coxa, para cobrirem a sua nudez.
Arão e seus filhos terão que vesti-los sempre que entrarem na Tenda do Encontro ou quando se aproximarem do altar para ministrar no Lu­gar Santo, para que não incorram em culpa e morram. "Este é um decreto perpétuo para Arão e para os seus descendentes.